Superdotação e hiperatividade (TDHA)

crianças de costa no lagoA Superdotação é um fenômeno normal na natureza, uma característica inata da pessoa. Esta característica em si não é nenhum distúrbio ou doença que necessite ser tratada, pelo contrário, pode ser considerada como um dom, algo que foi presenteado pela natureza para a determinada pessoa.

A Hiperatividade/ transtorno e déficite de atenção, é um distúrbio físico onde a pessoa talvez necessite de ajuda médica em muitos casos.

Deixo claro que são duas características independentes entre si. Há pessoas que são superdotadas e há pessoas que são hiperativas.

Cuidado! Algumas formas de comportamento de uma criança superdotada podem ser facilmente confundidas com as características da hiperatividade.

Explico como: a criança superdotada mostra mais energia física e mental que a maioria das crianças e é também comum precisar de menos horas de sono que a maioria das crianças. Os pais vêm uma criança que nunca quer dormir, que está constantemente em movimento e que parece que nunca presta atenção no que estão falando para ela. Esta forma de comportamento também se vê em uma criança hiperativa.

Então como diferenciar uma da outra?

A diferença decisiva é que a criança superdotada apesar da grande necessidade de se movimentar fisicamente e a aparente desatenção, esta consegue concentrar-se profundamente em um tema que a interesse. Ela pode fazer a ligação do seu tema com outras áreas, mas sempre com uma lógica clara chegando a pontos coerentes entre si.  Já a criança hiperativa, passa de um tema para outro, sem conseguir concentrar-se em uma linha de raciocínio claro e sem ter a capacidade de  interligar os temas abordados.

Um exemplo bastante simples, mas que pode mostrar na prática a diferença: a criança superdotada começa a falar sobre a água que sai da torneira da sua cozinha. Através de perguntas ela vai descobrir que a  mesma água vem do rio da sua cidade. Ela continua seu raciocínio passando pelas árvores, pelas nuvens e a chuva e a preservação do meio ambiente como um todo. Ou seja, ela interliga pontos diferenciados, porém todos eles fazem parte de uma linha lógica de raciocínio, já que a água faz parte do meio ambiente. Já a criança hiperativa passa do tema água para a festa de São João da escola e termina dizendo que está com fome.

Até aqui está tudo simples de entender não?! Pois bem agora passemos para o segundo passo, já que nesta vida nada é tão simples.

Superdotação em combinação com a hiperatividade

nataçãoO que pode ocorrer é que paralela a Superdotação, a criança sofra de algum distúrbio como por exemplo a hiperatividade/ transtorno e déficite de atenção. Então a criança pode ser superdotada e hiperativa ao mesmo tempo. Uma característica não tem nada a ver com a outra, são independentes entre si, portanto uma influencia a outra.

A criança superdotada-hiperativa é mais difícil de ser reconhecida como superdotada, pois os adultos à sua volta tendem a focar-se no  seu distúrbio, no seu excesso de energia física e na sua falta de atenção, ficando os seus dons intelectuais, artísticos ou sociais apenas no pano de fundo.

Outro aspecto a ser observado é que a criança superdotada-hiperativa sente-se especialmente irritada por não conseguir realizar suas tarefas perfeitamente como gostaria, devido a sua dificuldade de concentração. Dentro dela há um conflito: a necessidade da perfeição e a incapacidade de concretizá-la.

Na escola, na maioria das vezes, a criança sabe a matéria , mas não é capaz de concentrar-se nas provas devidamente como gostaria. Tendo como resultado notas abaixo do seu conhecimento de fato. Para ajudar o aluno, seria sensato provas orais e mais curtas.

Mas apesar das dificuldades  há luzes no final do túnel. Observa-se que com o avançar da idade o superdotado- hiperativo consegue relativar seu distúrbio bem melhor que o hiperativo que não é superdotado. Ao certo ainda não se sabe porque.

O que se pode fazer concretamente para ajudar estas crianças?criança escalando parede

A observação e o apoio dos pais é fundamental.

  • Procure observar quanto o seu filho consegue concentrar-se em um tema que ele gosta: anote o resultado de vários dias e depois comente com o terapeuta/profissional que irá acompanhar seu filho
  • Esporte é muito importante: dê a oportunidade para que seu filho pratique bastante esporte e gaste seu excesso de energia em atividades positivas
  • Controle para que ele tenha horas de sono suficientes e regulares
  • Seja conseqüente com a educação da criança e explique regularmente a relação de atos e suas consequências.
  • A organização externa do meio, influencia e ajuda na organização interna do seu filho. Conserve seu quarto, sua casa e os pertences de seu filho sempre organizados. Nunca faça tudo sozinha, tente sempre incluí-lo neste trabalho de organização
  • Regras claras e rotinas no dia-a dia facilitam o cotidiano

Se você é professor:

  • Tenha paciência e tenha em mente que muitas das coisas que seu aluno faz que te parece uma afronta, ele não faz com a intenção de te provocar
  • Sempre que possível, fazer avaliações de forma oral e dividir a matéria em duas ou mais vezes – pequenas avaliações orais ao invés de uma longa por escrito
  • Ajude seu aluno a manter sua linha de raciocínio, não intenrompendo quando ele está agindo por si e voltando ao ponto quando ele não conseguir mantê-lo
  • Você é muito importante para ele, tenha consciência disto

E para terminar como eu já disse acima, há sempre muita luz no final do túnel. Amor, paciência e informação vai fazer do seu filho e do seu aluno um adulto competente, responsável, ético onde  as dificuldades de sua hiperatividade na infância e adolescência terão pouca influência na sua vida adulta.

Simone Clemens/especialista em Superdotação na infância

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s